Nova pesquisa
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
idades

Required field and value less than 18

Required field and value less than 18

Required field and value less than 18

idades
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18

idades
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18

idades
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18


Ver outras opções

Caribe

Clima Tropical

Informações


promImage

Para tornar suas viagens mais confortáveis e seguras, a Monark reuniu para você informação sobre os destinos mais populares. Aqui você encontra tudo que precisa saber par apoder desfrutar ao máximo da sua viagem.

A Monark deseja que todos os seus clientes tenham viagens de sonho, que guardem para sempre, e assim, tem o maior prazer em disponibilizar todos os conteúdos que o possam ajudar.

E é por isso que com Monark is always great travel.


Mais informações:

No passado ir ao Caribe demandava uma boa justificativa. Lua de mel, bodas de Prata, etc. Hoje a conversa é outra. Vôos para Barbados, Curaçao e Punta Cana, resorts All-Inclusives , com alguns atributos como: calor, areia, praias lindas, mergulho e, para onde se olha, mar azul-piscina de borda infinita.

A Monark Turismo preparou algumas dicas de quando ir, onde ir, gastando pouquinho ou mais que isso.

Melhor época

Sempre faz calor na região. A temperatura varia de 25°C a 35°C durante o ano. Na época mais agradável, de dezembro a abril, os termômetros ficam na faixa dos 25°Cm e os preços sobem. Em maio e junho, as temperaturas são agradáveis, e os preços, menores. Os meses com valores até 40 % mais baixos coincidem com a época de furacões que vai de 1º de junho a 30 de novembro. A cada ano, cerca de 12 atingem o Caribe, mais a possibilidade de você ser surpreendido por um é remota. Em setembro, historicamente o mais turbulento,q UEM for passar por lá terá 2 % de chance de topar com um furacão. O risco não é maior caso você esteja a bordo de um cruzeiro, já que furacões podem ser detectados com dois ou três dias de antecedência, tempo suficiente para os navios mudarem a rota. O Caribe não é afetado por igual. A parte Oeste (onde estão Cancun, Cozumel e Grand Cayman) é atingida com menos freqüência que a Leste (Barbados, St. Thomas e Porto Rico) já o Sul, onde estão Aruba, Bonaire, Curaçao e Los Roques fica totalmente fora da Rota dos furacões.

Vistos

Aruba - Não exige visto.

Barbados - Não exige. Mas, quando há conexão em Miami é preciso de visto americano.

Cancun - Visto mexicano, porém o visto americano também é aceito.

Curaçao - Não exige visto.

Punta Cana - Não é visto, mas um cartão de entrada que deve ser pago na chegada.

Nassau - Visto americano

St. Martin / St. Maarten - Não exige. Mas, quando há conexão em Miami é preciso de visto americano.

San Andrés - Não exige visto.

4 Dicas Econômicas em Aruba

1- Compre cerveja no Supermercado
Barracas de praia em Aruba chegam a cobrar US$ 6,00 por uma long neck. No supermercado você encontra por US$ 2,00. 2- Pechinche nas Lojas
É a pratica comum no comércio de Oranjestad, capital de Aruba. No shopping Renaissance (L.G. Smith Boulevard, 82, 297/582-4622), lojas como Louis Vuitton e Gucci tem preços até 40 % naus baixos que no Brasil. 3- Hospede-se entre as praias de Arashi e Druif
Neste trecho de Aruba estão as areias mais badaladas, os supermercados econômicos, além de transporte público. 4- Aluguel Snorkel em Malmok
É a praia que cobra menos pelo aluguel, US$ 10,00, contra US$v 17,00 nas agências de Palm Beach, praia principal de Aruba.

Mesas boas e baratas em St. Martin/ St. Maarten

Sky's the Limit Com varandas debruçadas sobre a praia, serve grelhados de frango, lagosta e peixe, em uma média de € 10,00. Boulevard de Grand - Case, 590-690/35-67-84)

Spiga Os donos Ciro Russo e Lara Bergamasco cuidam pessoalmente do lugar. Entre os pratos servidos estão carpaccio com azeite de trufas brancas e o camarão com açafrão e risoto de ervilhas. Custa em média € 20,00. (4, Route de L'Espérance Grand Case, 590-590/52-47-83)

Sunset Café Em varanda agradável, de frente para a orla. A salada caesar com camarões grelhados sai por € 15,00 em média. (Grand- Case Beach Club, Rue de La Petit-Plage, 590-590/29-43-90)

Talk of the Town A pedida é o camarão grelhado, acompanhado de salada. Como sobremesa, sorvete de coco. Em média totalizando menos de € 15,00. (Boulevard de Grand-Case 590-590/29-63-89)

Sinta-se em casa em Barbados

No Fisher Pond Grat House (localizado em 1-246/433-1754) vale fazer uma pequena extravagância. Na freguesia de St. Thomas, é difícil concluir, de primeira, se é restaurante ou casa de família. O Casarão foi sede de uma fazenda do século 17 e ainda exibe impecável mobília da época. No lauto bufê (Us$ 60,00 em média), destaque para o bolinho de banana -da - terra, o ensopado com vários tipos de carne e o suflê de milho. A casa abre apenas aos domingos, sob reserva.

Bahamas - Nassau

Na maior das ilhas, New Providence, está a capital Nassau. É um paradoxo. Apesar de ter 29 ilhas lindas e estar a razoáveis 4h30 de navio desde Fort Lauderdale, as Bahamas não estão no wish list dos brasileiros no Cabribe. Talvez pela fama de careiras. Mas é possível fazer uma viagem econômica ao arquipélago que se orgulha de ter mal-azul turquesa mais bonito de todo Caribe. Ali dÊ adeus aos táxis. Qualquer corrida custa em média US$ 20,00. No lugar, vá de Jitney, um micro ônibus de US$ 1,25 (lembre-se de ter sempre dólar - das Bahamas, que vale o mesmo americano - trocado).

O centro de Nassau é o paraíso do viajante budget, pois concentra hospedagem baratas, lojas, McDonald's e Subways. À noite, são dsputados o Señor Frogs (Woodes Rogers Walk, 1-242/323-1777) e o tradicional Hard Rock Café (Charlotte Street, 1-214/325-7625)

Aproveite para caminhar bastante por ali, onde está o mercado de pulgas, entre a Bay Street (endereço de duty-frees de marcas famosas, como Rolex, Fendi e Coach) e a Woodes Rogers Walk, o calçadão da zona portuária. Na Bay Street, há ainda casas coloniais nas praças Rawson e do Parlamento.

Próximo dali está o cais Príncipe George, onde atracam os navios de cruzeiros que chegam diariamente à ilha, e o Festival Place, um galpão colorido que é vendido artesanato típico. Numa pernada pelo Woodes Rogers Walk é difícil não se encantar com o tom azul do mar. Mas o tour não termina aí.

É a hora de embarcar em um jitney para conhecer a Queen's Staircase (Escadaria da Rainha), com os seus 65 degraus de pedra calcária, construídos por escravos no fim do século 18. Bo alto da escadaria está o Forte Fincastle. Vale ir ao Heritage Village entre as praias de Junkanoo e Saunders, para comer ótimos peixes frescos e a tradiconal conch salad por menos de US$ 20,00. Para beber vá no Bahama Mama, drinques de rum com frutas, ou nas boas cervas locais, Kalik e Sands.

Mas, se o tempo em Bahamas é curto e tudo o que você precisa é praia, tome a linha de 10 do jitney rumo a Cable Beach. Praias legais também aparecem em Paradise Island, uma "ilha da ilha" ligada a New Providence por duas pontes.

O símbolo do lugar é o faraônico prédio do resort Atlantis, com seis hotéis. Muita gente vai ali para tirar fotos em frente ao prédio cor de salmão e conhecer os tanques com tubarões e arraias. A entrada custa em média US$ 39,00.



braztoa
embratur
iata
abav

Copyright © 2013 Monark Turismo - Todos os direitos reservados






Aguarde um momento enquanto
efetuamos o seu pedido


Powered by:


A sua sessão expirou


Ok